Com apoio da Athena Advisers, edifícios modernos, que preservam a arquitetura original, atraem os compradores de imóveis em Lisboa e Paris

A prática de preservar edifícios de valor histórico é muito recente: na Europa e nos Estados Unidos, onde surgiu, ela só começou no século 19. Até então, demolir o antigo para dar lugar ao novo era a regra. Mas, no século 21, o hábito de manter o patrimônio centenário levou o mercado imobiliário a um impasse: como preservar o passado e garantir a qualidade de vida do presente? Foi então que surgiu a onda retrofit.

O retrofit consiste em reformar edifícios de valor histórico, mantendo suas principais características, sem deixar de atualizar a estrutura, com reforma na fiação e no encanamento e construção de garagens e elevadores. A tendência se disseminou pelo mundo nos últimos anos e mudou o perfil de consumo – por exemplo, os brasileiros que compram imóveis no exterior.

Se até há alguns anos eles preferiam imóveis recém-construídos, agora uma parcela significativa dá valor ao retrofit. O caso de Portugal é exemplar: o país tem um dos mercados imobiliários mais dinâmicos da Europa e oferece uma série de opções de alto padrão que harmonizam passado e presente.

“Os clientes brasileiros querem viver em um legítimo prédio português, sem abrir mão dos benefícios da modernidade”, afirma Carlota Pelikan, consultora da Athena Advisers em Lisboa. “Os edifícios retrofitados oferecem todo o conforto que esses clientes teriam no Brasil, com o charme histórico e a arquitetura única de Portugal.”

Dois projetos, em especial, caíram no gosto dos clientes brasileiros da Athena em Portugal. Um deles é um antigo cinema da década de 1920, perto da Avenida da Liberdade. O local está sendo convertido em residências premium – o antigo palco, com seu frontão de 24 metros de altura, será transformado em restaurante. Os compradores brasileiros também têm procurado uma antiga fábrica de café, com vista para o rio Tejo, no bairro Príncipe Real, no centro histórico da capital portuguesa.

A busca por edifícios retrofit chegou a Paris, mais especificamente em uma antiga mansão no coração do bairro de Marais. O edifício está passando por uma transformação que preserva seus elementos históricos, em especial os pés-direitos altos, e dá lugar a apartamentos modernos e espaçosos. “As pessoas procuram por imóveis que lembram o espírito de Paris”, explica Vincent Vermignon, consultor da Athena na capital francesa. “O Marais é um bairro muito conhecido, charmoso, com uma vista fantástica para o Sena.”

 

Clique aqui para ver ampliada!

Fonte: O Globo, 14 de fevereiro de 2019

Carlota Pelikan, consultora da Athena Advisers em Lisboa

Deixe seu comentário